• Ideias & Ensaios

Omissão e Responsabilidade

Omissão e responsabilidade, duas palavras que dentro do meu ponto de vista, nunca estiveram tão ligadas. No pleito de 2018 a omissão colocou uma pessoa de extrema-direita no poder e chegamos onde estamos hoje, em uma posição de chacota perante o mundo.

Quantas pessoas que se omitiram do voto por que não queriam o PT mais uma vez no poder e entregaram o país nas mãos de gente incompetente e despreparada, com o único propósito de saquear o país de uma vez por todas e o resultado está aí para quem quiser ver e sentir.

Estamos todos pagando pela omissão dessas pessoas, pois se houvessem votado em qualquer outro candidato que não fosse Fernando Haddad do PT, Bolsonaro não teria assumido a presidência do país e muito provavelmente não estaríamos vivendo nessa situação caótica de falta de vacina, corrupção correndo de forma desenfreada como nunca aconteceu, o país sendo loteado para quem pagar o melhor preço, pessoas vivendo à míngua e em muitos casos, sem ter o que pôr na mesa.

O professor e filosofo Mário Sérgio Cortella em uma de suas palestras usou como referência, a famosa reunião de condomínio, se você não aparece perde o direito de reclamar pelas decisões que tenham sido tomadas e assim foi com o Brasil. Quem se omitiu a votar em 2018 porque não queria dar o voto para nenhum dos dois candidatos que chegaram ao 2.º turno, tem total responsabilidade sobre o que está acontecendo agora com o país.

Vivemos um dos momentos mais nefastos na história desse país e a pergunta que faço e se essas pessoas que resolveram não exercer seu direito de não votar em 2018, repetirão o ato em 2022 caso tenhamos novamente uma disputa entre Jair Bolsonaro e Lula, pelo que tudo indica. Será que essas pessoas conseguirão refletir um pouco mais e pensar além de seu egoísmo e realizar o verdadeiro voto de protesto que seria NÃO VOTAR em Jair Bolsonaro e escolher um candidato que se alinhe com ideias voltadas para o povo, o que não é o caso de Jair Bolsonaro.

Não dá mais para brincar de eleição, não podemos mais amargar mais quatro anos na mão de um presidente incompetente com seu séquito ministerial. O país não aguenta mais tanto sofrimento causado não só pela doença, mas também pela falta de gente séria no comando do país.

Se você faz parte do grupo que se omitiu nas eleições de 2018, pense em como está a sua vida hoje, o que aconteceu com o seu emprego, com a sua vida, com a sua família. Também procure pensar nas pessoas próximas a você e veja o que a sua decisão em se omitir do voto fez com você, sua família, seus amigos e o país que você tanto se orgulha de dizer ser seu. Então faça o certo, não se omita, haja com responsabilidade e faça sua parte como eleitor em 2022.



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo